DYANDREIA PORTUGAL
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Dyandreia Valverde Portugal nasceu no Rio de Janeiro, em 19 de junho de 1970. Filha de mãe brasileira e pai português, é casada e formada em Pedagogia e Pós-graduada em Psicopedagogia pela UERJ/RJ. É também Jornalista sob registro MTB 36.185/RJ. É Escritora, com especialidade em crônicas e romances, e Artista Plástica, adepta ao estilo impressionista, utilizando a técnica OST.

Trabalhou durante alguns anos com pedagogia empresarial, sendo Gerente de Recursos Humanos em empresas de médio e grande portes. Foi funcionaria do DETRAN, onde treinou executivos e estagiários.

Como escritora, participou como coautora em mais de 80 livros publicados e distribuídos em bibliotecas de vários países e em antologias em inglês, francês, espanhol e alemão. É vencedora de concursos literários e já participou de obras como prefaciante, orelha e apresentadora da obra. É autora do livro de crônicas e contos Conversa (A)fiada (bilíngue Português e Inglês) e do romance Reconstruindo o Castelo de Areia.

Como artista plástica, além das exposições individuais, nacionais e internacionais, participou de vários Salões renomados e tradicionais exposições, ganhando Menções Honrosas, especiais e diversas medalhas de ouro, prata e bronze, bem como troféus de melhor obra do Salão. Já participou inúmeras vezes também como convidada de honra e jurada. Possui obras de arte em diversos acervos de instituições oficiais (Argentina, França, Portugal, EUA, Áustria, Itália e Emirados Árabes). É catalogada em importantes anuários e respeitados catálogos nacionais e internacionais.

Na área cultural, foi Curadora do “Espaço Foyer” do Teatro Municipal de Cabo Frio e foi Diretora de várias Associações Culturais e Academias de Letras e Artes como, por exemplo, a AFBA – Associação Fluminense de Belas Artes, a ALAP – Academia de Letras e Artes de Paranapuã (Rio de Janeiro/RJ) e ARTPOP – Academia de Artes de Cabo Frio (Rio de Janeiro/RJ). Foi a idealizadora do Projeto “Seminário Acadêmico Cultural”, atualmente adaptado e sendo realizado como “Semana de Artes e Culturas Internacionais”, anualmente, pela ALAB. Grande articuladora cultural na Região dos Lagos, onde era conhecida como “Senhora da Cultura”, título atribuído durante uma entrevista concedida à TV filiada a Rede Globo na Região.

Atualmente (2018), é Presidente da AJEB – Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil - Coordenadoria RJ (entidade que completará 50 de existência em 2020), Presidente de Honra da ALALS - Académie de Lettres et Arts Luso Suisse (Suíça), Vice-Presidente no Brasil da ACLAL – Academia de Ciências, Letras e Artes Lusófonas (Portugal), Vice-Presidente da ABD - Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais (entidade com mais de 70 anos de existência), Diretora de Assuntos Internacionais da UBE/RJ – União Brasileira de Escritores, Diretora de Gestão Cultural e do Conselho Consultivo da AJEB Nacional, Diretora Cultural da ALAB – Academia de Letras e Artes Buziana (Búzios/RJ), Representante Setorial (Região dos Lagos/RJ) da REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras; Representante Municipal da FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo e Conselheira da Associação Cultural Poemas à Flor da Pele.

Dentre tantas Academias e Associações das quais ela pertence como membro, destacam-se as que ela é Membro Honorário: SBBA - Sociedade Brasileira de Belas Artes, Federação das Academias do ACRE, UBE RJ - União Brasileira de Escritores, Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa, AMACLERJ - Academia Maçônica de Ciências, Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro, ABRAMES - Academia Brasileira de Médicos Escritores e ACLAL – Academia de Ciências, Letras e Artes Lusófonas, com sede em Portugal.

Junto à mídia, foi durante muitos anos, colunista cultural dos jornais impressos Foco Lagos e Ponto de Vista. Foi ainda Apresentadora de TV com o programa Conexão Cultura, exibido na Região dos Lagos (RJ). Tornou-se jornalista e fundou a “Rede Mídia de Comunicação e Editora Sem Fronteiras”, composta pelo Jornal Sem Fronteiras, do Portal Sem Fronteiras, da Fanpage Rede Sem Fronteiras, da Mala Direta On-line Sem Fronteiras e do Programa de TV-Web Sem Fronteiras.

O Jornal Sem Fronteiras, o qual edita, hoje é distribuído em todas as principais capitais de todo o Brasil e, sob amostragem, em 28 países do Mundo, sob representação, nos 5 continentes.

Com a Editora Rede Sem Fronteiras, edita coletâneas literárias, inclusive bilíngues, reunindo centenas de escritores. Grande fomentadora cultural, realiza projetos e eventos culturais com caravanas de escritores e artistas por todo o Brasil e pelo mundo.

Já ganhou Outorgas Especiais, como Medalhas de Méritos Culturais e Cívicos, de diversas instituições culturais. É detentora de inúmeras Moções, inclusive de Câmaras Municipais. Em Brasília, recebeu, das mãos de Anna Cristina Kubitschek (neta do Presidente JK), “A Cruz do Mérito do Empreendedor JK”, a Comenda da Soberana Ordem do Mérito do Empreendedor Juscelino Kubitschek – CICESP, tornando-se uma Comendadora oficialmente. Recebeu também a Médaille d'Argent da exclusiva Académie des Arts Sciences Lettres de Paris (França) e homenagem da Académie Internationale Le Mérite Et Dévoument Français.

Na área social, foi Presidente do Rotary Club Arraial do Cabo por dois mandatos. É madrinha - fundadora do Projeto “Arte Solidária Caxiense”, no Município de Duque de Caxias, baixada Fluminense do Rio de Janeiro. O Projeto tem como objetivo incentivar a cultura, mas se preocupando com o social. Buscando uma maneira de unir os dois objetivos, ele tornou-se um projeto Sócio-Cultural. O projeto começou dando aulas de pintura em tela a alunos carentes da terceira idade. Hoje, quase quatro anos depois, extrapolou os limites da sala de aula. Atualmente a equipe visita comunidades carentes, fazendo Oficinas de Arte e Desenho, levando conhecimento, dignidade e assistência básica aos mais necessitados. Uma verdadeira ação social. As oficinas itinerantes já passaram por: Xerém, Morro do Alemão, Comunidade de Manguinhos-Complexo de Varginha-RJ, Jardim Gramaxo, etc. Além deste projeto, Dyandreia desenvolveu, ao lado do Artista plástico Reinaldo Caó, o Projeto “Domingo com Arte”, onde além de aulas de pintura à crianças carentes do Município de Cabo Frio, desenvolve aulas de cidadania. E por fim, através do Jornal Sem Fronteiras, é Apoiadora Oficial dos seguintes projetos de doações de livros no Brasil e no mundo: “Semeando Livros no Sertão” da escritora Rai D`Lavor, “Viagem Literária pela Amazônia” do escritor Jânio Félix, “Semeando Livro pelo Mundo” dos Escritores Carlo Montanari e Deucélia Maciel e o “Projeto Caravana de Lendas do Tocantins” contemplado pelo Edital Amazônia Cultural do Ministério da Cultura MinC, da escritora Irma Galhardo.

Além disso, lidera um projeto de arrecadação de livros para a montagem de Bibliotecas em todos os países lusófonos. A primeira etapa do projeto já foi realizada com a doação de 500 livros para a “Biblioteca Sem Fronteiras de Língua Portuguesa”, em Portugal, aos cuidados da Academia de Letras e Artes Lusófonas – ACLAL. Até o final do ano de 2019, existe a previsão de 3 mil livros serem reunidos para a montagem da Biblioteca em Angola.

Além das Academias e Associações, é membro das seguintes entidades: ABI – Associação Brasileira de Imprensa, ASI- Associação Sulmineira de Imprensa.