ALEXANDRA MAGALHAES ZEINER
PORTUGUÊS
BIOGRAFIA
 
BIOGRAFIA

Alexandra Magalhães Zeiner é mãe, escritora infantil bilíngue, com mestrado em biologia marinha. Trabalhou em projetos ambientais na Áustria, Brasil, Canadá, Croácia e Holanda. A autora usa a forma de contar histórias como instrumento mais apropriado para ganhar o interesse e atenção de crianças e jovens. Para seus livros infantis, Alexandra inspira-se em mitos e lendas dos povos e índios brasileiros. A autora coordena o Projeto Adote um Autor na Alemanha, representa a REBRA, Rede de Escritoras Brasileiras na Áustria, é Embaixadora da Paz pelo CUAP Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix - Suisse / France”  foi membro da Büchenfrauen, associaҫão dedicadas à literatura feminina na Alemanha e preside a ONG alemã Mulheres pela Paz Frauen für Frieden.

Sobre seu primeiro livro bilíngue: Inglês-Português

"O Filho do Boto Cor-de-Rosa" baseado em uma das lenda dos habitantes do Amazonas procura transmitir a cultura, o respeito entre as gerações e a
responsabilidade dos seres humanos perante o meio ambiental. Na
Floresta Amazônica tudo está inter-relacionado e a água é elemento de
ligação entre o mundo real e o irreal. O rio abre as portas para um
mundo encantado e só os botos podem guiar os seres humanos para este
lugar mágico. Pedro é filho do boto cor-de rosa e seu pai lhe fala
através de sonhos, pedindo a ele que proteja o mundo encantado da
floresta amazônica dos perigos que o cerca. Guiado por esses sonhos
Pedro pede à sua família e seus amigos ajuda para encontrar uma solução
para preservar este mundo encantado.

Sobre o segundo livro bilíngue:

O segundo livro, "A menina e a onça-pintada" é um conto mágico, belamente ilustrado por Judit Fortelny. Depois do sucesso do primeiro livro, "O filho do boto cor-de-rosa", autora e ilustradora foram convidadas para publicar seu segundo livro. Este conta a história de uma indiazinha capaz de falar com todos os animais da floresta. Para salvar seu irmão, a menina deve falar com a onça, a "Rainha da Floresta". No entanto, a onça é considerada muito perigosa por todos, e a menina deve confiar em si mesma para o encontro com a Rainha das Florestas, antes desta encontrar seu irmão.

Sobre o terceiro livro bilíngue:

O terceiro livro, "Preces à Mãe Terra" é um pequeno livro de poemas-preces dedicados ao nosso planeta. Autores e artistas brasileiros e estrangeiros, declaram seu amor com sua arte e prosa. Este projeto tem como objetivo um trabalho dedicado a conscientização de questões ambientais e educacionais para pequenos e grandes leitores.

Sobre o quarto livro bilíngue:

"Mamãe, quero ser vegetariano" é um projeto que fez parte da comemoração do trabalho de dez anos com a ilustradora austríaca-finlandesa Judit Fortelny. A idéia do livro foi inspirada pela decisão tomada pelo meu filho Alexander, que aos nove anos optou por ser vegetariano. Preocupado com a forma como seres humanos tratam alguns animais, ele me pediu para escrever um livro chamando atenção de pequenos e grandes leitores para o tema. A combinação do texto com as mágicas ilustrações de Judit convidam todos para uma leitura lúdica e inspiradora

Como aprendiz de poesia, anuncio na lua cheia de novembro de 2017, meu primeiro livro de poemas: SobreVivente( (em alemão francêse português).Tive o apoio da mestra Clevane Pessoa, a qual me guiou neste novo mundo. Os poemas ganharam vida com sua arte única.

Este ano Clevane Pessoa comemora 60 anos de poesia, ela tinha apenas 10 anos quando sua primeira poesia foi declamada e publicada.

Sem o apoio do meu nova editora este sonho jamais nasceria. Britta aceitou meu projeto e o livro “fala” com o leitor em três idiomas: francês, alemão e português!

Três idiomas, três continentes unidos...

A versão em alemão foi um processo precioso para mim, envolvendo meus alunos que escrevem poesias até em português e a própria Britta Moench-Pingel, editora.

Para a versão francesa, agradeço a brasileira Ana Maria de Mesquita com a revisão feita por Sara Kassir do Marrocos.

A revisão em português foi feita pela própria mestra e pelo Prof. Alaercio Zamuner.




Atuais Projetos da Autora na Baviera:


Dia Internacional da Mulher 2015
MULHERES PELA PAZ


Há 365 anos comemora-se na cidade de Augsburg, Baviera, a Festa da Paz (Friendensfest). Dentre as grandes cidades alemãs, somente em Augsburg existe um feriado para festejos sobre a PAZ! Em 2015 escolhemos este tema para celebrar o Dia Internacional da Mulher: Mulheres pela Paz – Frauen für Frieden.

Iniciaremos as celebraҫões do Dia Internacional da Mulher com o Sarau da Paz, dia 6 de marҫo de 2015, na Biblioteca Municipal de Göggingen, onde artistas e escritores convidados apresentarão seus trabalhos para a comunidade local.

No segundo evento, Mulheres pela Paz – Frauen für Frieden, dia 7 de marҫo de 2015, celebraremos no coraҫão da cidade de Augsburg, Annahof. Apresentaҫões e exposições sobre o tema “Paz” farão parte do programa, com a presenҫa de mulheres e associações internacionais que divulgam a cultura brasileira no exterior.

Durante todo encontro haverá recreação infantil assim como uma ediҫão especial do Projeto Contos por todos os Cantos com as autoras Fatima Nascimento, residente em Munique, e Lúcia Amélia Brüllhardt, residente em Biel. Nessa ocasião especial desenvolveremos, juntos aos brasileirinhos presentes, idéias para o V Concurso Internacional de Desenhos Infantis sobre o Brasil, apoiado pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil intitulado “Uma história brasileira.”

Alexandra Magalhães Zeiner, escritora infanto-juvenil e Embaixadora da Paz, coordenará os dois eventos.


Dia Internacional da Mulher 2014


No Dia Internacional da Mulher, dia 08 de marҫo de 2014, realizou-se em Augsburg, um histórico evento: Encontro de Brasileiras no Sul da Alemanha. Estiveram presentes na cerimônia de abertura o Senhor Cônsul Geral de Munique, Embaixador Antonio Carlos Coelho da Rocha, juntamente com o prefeito da cidade, Dr. Kurt Gribl, apoiando mais de 30 mulheres, brasileiras e alemãs, durante esta ocasião especial.

A intenção primordial do encontro foi a de fortalecer os laҫos de amizade Brasil-Alemanha na cidade de Augsburg, onde há mais de 70 anos, são desenvolvidos diversos projetos em diferentes regiões do Brasil. Muito nos atraiu a idéia de promoção de um intercâmbio cultural, pela da Paz e Fraternidade, em várias vertentes das Artes e das Letras.

A abragência internacional do “Projeto Adote um Autor”, que contemplou em especial o ano Brasil/Alemanha, coadunou-se à perfeição com o "Ano da Alemanha no Brasil", e tivemos mais uma oportunidade de estreitar alianҫas e medir possibilidades entre os dois países, os quais possuem mulheres como líderes no governo.

Através de várias vertentes culturais, educacionais e pacifistas, nosso trabalho foi um entrelace de mulheres que mereceu destaque por ser uma excelente plataforma de intercomunicação entre todos envolvidos no processo.

(fotos e nomes das participantes do encontro encontram-se no blog do Projeto Adote um Autor)



Projeto ADOTE UM(A) AUTOR(A) apresentado durante o
“I Encontro de Autores Brasileiros na Baviera”

O Projeto Adote um Autor foi lançado durante o I ENCONTRO DE ESCRITORES BRASILEIROS NA BAVIERA, em Munique, sul da Alemanha, nos dias 3 e 4 de maio de 2013 pela Associação Cultural Teuto-Brasileira (DBKV e.V.), com o apoio do Esperanto Klub de Munique. Trata-se de um projeto solidário que usa a criatividade como base para o incentivo à cultura brasileira no exterior.

Para a realização do evento as Associações confiaram na ideia da “adoção” de autoras e autores brasileiros residentes em diferentes regiões da Alemanha e em outros países. Assim, juntos, a DBKV e.V. e o Projeto Adote um Autor convidaram a comunidade brasileira do sul da Alemanha a participar ativamente do projeto, resultando na hospedagem de todos os autores presentes no encontro em Munique ( depoimentos foram publicados no website do projeto www.adoteumautor.brjp.org ).

A DBKV e.V. também proporcionou ao Projeto Adote um Autor a oportunidade única de um trabalho cooperativo junto à comunidade de Munique. Como resultado, todas as entidades locais responsáveis pela disseminação da língua portuguesa contribuíram para a promoção desse encontro multicultural e multinacional. Foram elas: a Escola Portuguesa de Munique, KiGa Estrelinha, Linguarte e Lusofonia, com a participação ativa de alunos, pais e professores destes centros de ensino.

Outros apoiadores do projeto foram a Rede Brasileira de Escritoras (REBRA) e o Varal do Brasil. A REBRA é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, onde escritoras brasileiras, reunidas em uma associação, se comprometem com a literatura, a cultura e a justiça social.

Por sua vez, o Varal do Brasil é um projeto que já se mostra a partir do título: Literário, sem frescuras. Nele, escritores são escritores, sejam eles conhecidos ou anônimos. Foi então, com toda essa inspiração e incentivo, que o Projeto Adote um Autor nasceu no sul da Alemanha.
Durante todo um dia de atividades voltadas à literatura infanto-juvenil e ao público adulto, houve palestras e exposições de livros, e ilustrações mágicas, complementando um cenário especial produzido pelos autores participantes.

O palco para a realização dessas atividades foi o espaço cultural EINEWELTHAUS, local conceituado na cidade de Munique. Fundado em 2001, o espaço é aberto ao diálogo e à solidariedade, para pessoas de todas as nacionalidades, e nele são realizados inúmeros eventos culturais, em vários idiomas.

O objetivo principal do Projeto Adote um Autor é apoiar e divulgar a literatura de escritores brasileiros residentes em diferentes países do exterior. Outro objetivo desta edição foi o de proporcionar um contato maior entre a comunidade de Munique e os autores brasileiros, profissionais que trabalham de forma independente, na maioria das vezes usando de recursos próprios para a divulgação de seus trabalhos.

www.adoteumautor.brjp.org